Você é PJ? Então Confira Como Contratar Um Empréstimo Para PJ

Se você pretende contratar esse serviço para abrir ou otimizar os processos de sua empresa, leia com atenção as informações a seguir

Em algum momento, toda empresa necessitará de recursos financeiros.

Seja para modernizar operações, expandir o negócio ou adquirir equipamentos, esse serviço é uma das formas mais utilizadas para conseguir dinheiro.

Entenda como funciona e quais são as diretrizes do empréstimo para PJ e descubra como conseguir esse serviço por meio de simulação online e melhor custo-benefício.

O que é P.J?

O regime de trabalho PJ (Pessoa Jurídica) diz respeito às atividades que o profissional executa por meio de registro de empresa.

Nesse caso, ele é responsável pela administração financeira e operacional de determinados serviços.

A Pessoa Jurídica pode fazer um trabalho específico individual e prestar serviços para várias empresas ou  ter a sua própria, com equipe de colaboradores.

Você é PJ? Então Confira Como Contratar Um Empréstimo Para PJ

Além disso, é da sua responsabilidade emitir nota fiscal pelo serviço efetuado.

Tipos de empresas que atuam como Pessoa Jurídica

Para atuar como P.J, é necessário que você faça parte do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ).

Essa é a forma pela qual a Receita Federal identifica e acompanha as atividades financeiras das empresas que atuam no Brasil.

O tipo de CNPJ indica a estrutura do seu negócio, principalmente no que diz respeito ao número de sócios e funcionários.

A finalidade, ou seja, a atividade principal da empresa também determina a modalidade desse cadastro.

Dessa forma, é possível solicitar empréstimo para PJ  as empresas dos seguintes grupos:

Sociedade LTDA

Esse tipo de empresa garante que a sociedade seja documentada pelo Contrato Social.

A responsabilidade da empresa é limitada, uma vez que a conduta entre os sócios é regulada pelo contrato.

O Contrato Social, dentre outras coisas, regulamenta as atividades financeiras da empresa.

Isso significa que ele prevê o quanto será investido por cada sócio e quais são as responsabilidades de cada um mediante o empréstimo para PJ.

Nesse contexto, a solicitação desse serviço deve ser direcionada de acordo com as diretrizes administrativas da empresa.

Vale dizer que a prestação de contas deve ser compartilhada entre todos os sócios.

Isso significa que todos devem ter ciência de todas as atividades que envolvem as finanças do negócio.

Sociedade Anônima

Esse tipo de empresa é constituída por meio de um grupo de acionistas. Nessa condição, eles não possuem “cadeira fixa” na empresa, mas ações que transacionam livremente.

Uma Sociedade Anônima, ou S.A., na maioria dos casos, é administrada por um profissional externo ao quadro de acionistas.

Este é escolhido por meio de reunião de Conselho de Administração e eleito por votação.

Nesse contexto, o administrador é quem negocia um empréstimo para PJ, já que ele é o responsável pelos fluxos financeiros da empresa.

Micro Empreendedor Individual

O MEI é voltado para pequenos negócios. Nessa condição, ele tem como pré-requisito o faturamento limitado a 60 mil reais por ano.

Como a formalização da empresa implica no registro de CNPJ, o proprietário poderá solicitar um empréstimo para PJ.

Empresa Individual de Responsabilidade Limitada

Em linhas gerais, a EIRELI diz respeito a uma empresa em que uma única pessoa detém 100% do poder financeiro e administrativo.

O que é empréstimo para PJ?

O empréstimo está relacionado ao serviço oferecido por bancos ou financeiras.

Quando destinado à Pessoa Jurídica, a empresa poderá usar o dinheiro livremente, seja para investir para comprar bens ou contratar serviços.

Antes de solicitar um empréstimo, é necessário que a empresa avalie qual é a finalidade do dinheiro.

Isso garante que seja feito o cálculo ideal da quantia necessária.

Saber mensurar o valor exato do empréstimo garante que o custo total do serviço não extrapole o investimento planejado.

Nesse contexto, é importante que o empréstimo para PJ faça parte do plano de negócios da empresa.

Isso significa que o documento deverá abranger a origem de recursos e a previsão no orçamento de despesas financeiras.

Como contratar empréstimo para PJ?

Em geral, o banco que fornece o empréstimo pede uma série de documentos que serão avaliados.

Esse procedimento serve para que a instituição mensure os riscos de inadimplência e capacidade de pagamento.

Em outras palavras, os bancos ou financiadoras fazem uma avaliação mais detalhada do projeto empresarial.

Com isso, eles saberão se  a empresa terá capacidade para pagar o empréstimo e todas as suas obrigações.

Plano de Negócios

Esse documento é usado para comprovar a viabilidade financeira do projeto apresentado.

Por meio dele, os bancos conseguem analisar quais as projeções financeiras em relação ao período de duração do empréstimo.

Em suma, o banco verifica se a empresa tem equilíbrio financeiro.

Balanço Patrimonial

Por meio dele, a  instituição bancária tem acesso à real situação da empresa.

Ele permite a análise do nível econômico e financeiro do negócio, a fim de identificar as dívidas e as receitas.

Geralmente os bancos costumam pedir o balanço patrimonial dos últimos três exercícios.

Assim, eles conseguem avaliar os resultados dos últimos anos antes de liberar o empréstimo para PJ.

Contrato Social

Por meio desse documento, a instituição financeira poderá ter uma visão ampla do desenvolvimento da empresa.

Ele abrange informações relacionadas aos produtos e serviços, natureza do negócio entre outros.

Balancete Analítico

Os dados do fluxo de caixa são identificados neste documento. A ele, deverá ser anexado o Demonstrativo de Resultados do Exercício (DRE).

Outros documentos

As instituições financeiras também solicitam ficha cadastral dos sócios, bem como a ficha cadastral de Pessoa Jurídica.

A Relação de Endividamento Bancário e a Relação de Frota também fazem parte da documentação exigida.

Como escolher a melhor opção de empréstimo para PJ?

Se você  tem registro no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica e pretende solicitar empréstimo, é preciso levar em consideração todas as informações apresentadas até aqui.

Você é PJ? Então Confira Como Contratar Um Empréstimo Para PJ

Faça uma boa análise da situação financeira de sua empresa antes da contratação do serviço.

Além disso, é importante que você considere o Custo Efetivo Total (C.E.T.) do empréstimo.

Ele diz respeito às taxas de juros, tributos, tarifas, seguros, custos de contrato e registro, despesas administrativas, entre outros elementos que definem o valor final de cada parcela.

Esses valores dependem, entre outras coisas, do perfil de sua empresa, riscos de inadimplência e políticas de cada instituição financeira.

Isso significa que as taxas de juros, número de parcelas, por exemplo, podem variar de um banco para outro.

Por isso, para encontrar o empréstimo para PJ com melhor custo-benefício, não deixe de contar com a comodidade de pedir esse serviço online.

No Bom Pra Crédito, você terá acesso às taxas de juros e condições de mais de 30 instituições financeiras. Tudo facilitado para contratar o seu empréstimo.

Com essa facilidade, você poderá gerir as finanças de sua empresa com mais assertividade e agilidade.

🔸🔸🔸 Posts Recomendados 🔸🔸🔸

Comentários